26 de abril de 2012

Artistas de SP cobram cachê por foto publicitária de seus grafites

Artista diz que grafites são gratuitos para o público, não para as empresas!


Grafiteiros responsáveis pelos desenhos que ficam em uma travessa na Vila Madalena, na Zona Oeste de São Paulo, passaram a cobrar de quem filma ou fotografa lá para fins publicitários e comerciais. Eles querem receber cachês quando suas obras, expostas a céu aberto, forem usadas como plano de fundo em propagandas na TV, em impressos e na internet.



O local, conhecido como Beco do Batman, na verdade é a Rua Gonçalo Afonso. E os valores cobrados pelos grafiteiros podem ultrapassar R$ 5 mil.
Estão isentos desta cobrança jornalistas, estudantes e quem quiser apenas fotografar pela beleza da via. “Essa arte é gratuita para o povo, mas não para as empresas. Comenta Vinicius Enivo, de 26 anos, integrante do coletivo "132" e autor de murais no beco.

Os artistas alegam que quando uma montadora, por exemplo, filma um comercial lá, ela se aproveita do trabalho de dezenas de profissionais. “Os artistas ralam anos para criar e dominar sua técnica e uma empresa vai e ganha em cima desse trabalho”, disse Enivo, acrescentando que diversos processos foram movidos nos últimos anos.

A cobrança pelo uso de imagem não é exclusividade dos grafiteiros. Equipamentos municipais, como parques e planetários, por exemplo, têm uma taxa estipulada pela Prefeitura de São Paulo para ser fotografados ou filmados para fins comerciais.


Fonte: http://g1.globo.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine, descubra, informe-se!