2 de maio de 2012

Aquarela de Cezanne é leiloada por US$ 19,12 milhões

"Jogador de cartas", de Paul Cezanne

Uma aquarela do francês Paul Cezanne, esboço da série "Os jogadores de cartas", foi leiloada por 19,12 milhões de dólares na Christie's em Nova York na noite de terça-feira, dando início às vendas de primavera de arte impressionista e moderna.

A aquarela, que mede 46,7 por 30,5 centímetros, foi localizada na coleção privada do falecido Heinz Eichenwald, um médico e amante de arte que emigrou para os Estados Unidos em meados dos anos 1930 e se radicou em Dallas, Texas. A obra havia sido vista pela última vez em público em 1953.

"A obra é um dos estudos preparatórios do artista de 'Les joueurs de cartes' (Jogadores de cartas), a série de cinco pinturas que Cezanne completou entre 1890 e 1896", afirma a Christie's em um comunicado.

Em um evento de uma hora, 31 pinturas e esculturas foram arrematadas na Christie's. Várias foram vendidas abaixo ou pouco acima do preço estimado, enquanto três não alcançaram a oferta mínima solicitada.

Entre as vendas de sucesso se destaca uma pintura de 1907 de Henri Matisse com o título "As peônias", negocada por 19,2 milhões de dólares. "O descanso", um retrato da amante de Pablo Picasso, Marie-Thérese Walter, que o artista pintou em 1932, foi vendido por 9,88 milhões de dólares.

Uma obra de Joan Miró foi vendida por US$ 4,33 milhões, mas uma escultura de Alberto Giacometti foi retirada do evento.

As vendas na Christie's totalizaram 117 milhões de dólares.

Nesta quarta-feira, a Sotheby's leiloará uma versão da icônica pintura "O grito" do norueguês Edvard Munch. A obra de 1895 está avaliada em 80 milhões de dólares.


Fonte: br.noticias.yahoo.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine, descubra, informe-se!