24 de maio de 2012

Qual a origem do nome das bandas de rock?

Estava navegando a internet em busca de informações, artigos interessantes, etc... Eis que me deparo com essa publicação no Blog do Mundo Estranho. Adorei! 
Vale a pena conferir:


BEATLES 

Cada vez que perguntavam de onde vinha o nome, eles inventavam uma explicação para o trocadilho, em inglês, misturando besouro (beetle) com ritmo (beat). Consagrou-se a versão de que Lennon teria se inspirado em outra banda com nome de inseto: The Crickets (Os Grilos). 

O documentário Anthology menciona uma das gangues de motoqueiros do filme O Selvagem (1954), chamada Beetles, como inspiração. 

ULTRAJE A RIGOR 

Depois de se apresentar numa festa, Roger, líder da banda, pensou em chamar o grupo de Ultraje, mas achou muito punk e saiu pedindo a opinião de quem estava por lá. Edgard Scandurra, guitarrista da banda à época, chegou no meio da conversa e, sem entender direito a pergunta, disse: “Que traje? Traje a rigor?”

GREEN DAY 

Amigos de infância, o vocalista Billie Joe e o baixista Mike Dirnt tocavam sob a alcunha de Sweet Children. Nessa época, fizeram uma música sobre fumar maconha e ficar de bobeira o dia todo. Chamava-se Green Day e foi recuperada para o batismo do grupo quando se juntaram ao baterista Al Sobrante. 

BLINK 182 

A banda começou com Blink – “piscada”, em inglês. Para não serem processados por uma banda irlandesa homônima, adicionaram um número aleatório. Depois, descobriram que 182 era a quantidade de vezes que Al Pacino diz “fuck” em Scarface e agregaram a coincidência à origem do nome. 

FOO FIGHTERS 

A expressão foi muito usada, na 2ª Guerra Mundial, por pilotos norte-americanos para descrever bolas de fogo que cruzavam o céu da Europa (foo é uma aproximação para feu, “fogo” em francês). Seriam óvnis? Fã de ficção científica, Dave Grohl, líder da banda, buscou aí a inspiração para o nome. 

30 SECONDS TO MARS 

Navegando pela internet, os irmãos Jared e Shannon Leto encontraram um artigo de um professor de Harvard sobre o futuro da tecnologia e da espécie humana. Uma das subseções se chamava “A 30 Segundos de Marte”. Eles curtiram a possibilidade de estarmos tão próximos de outro planeta e batizaram a banda com o título. 

KRAFTWERK 

A origem do nome é bem mais simples do que os experimentalismos dos pioneiros da música eletrônica. Kraftwerk significa “estação de energia”, em alemão. O termo foi escolhido porque o estúdio onde ensaiavam ficava numa área abandonada em que já havia funcionado uma refinaria de petróleo. 

DEVO 

Inspirados pelo livro O Começo Era o Fim, em que o autor defende que a humanidade teria evoluído de primatas comedores de cérebros, o quarteto norte-americano adotou a tese de que o ser humano estaria regredindo, em vez de evoluir, e se nomearam De-Evolution Band – que mais tarde virou só Devo. 

SEPULTURA 

Os irmãos Igor e Max Cavaleira queriam chocar a conservadora Belo Horizonte, onde moravam. Ouvindo “Dancing on Your Grave”, do Motörhead, decidiram que Sepultura seria um termo apropriado para isso. Para testar se o nome realmente era incômodo, perguntaram à avó o que ela achava: a velhinha ficou apavorada! 

JOY DIVISION 

“Divisão da Alegria” era o nome de uma área nos campos de concentração nazistas onde os soldados estupravam prisioneiras. Ian Curtis leu sobre isso no livro A Casa de Bonecas e homenageou a narrativa de Karol Cetinsky sobre os horrores passados por sua família durante o Holocausto. 

MÓVEIS COLONIAIS DE ACAJU 

O grupo brasiliense pregou uma peça na crítica musical. Em seu site oficial, afirmava que o nome homenageava um capítulo desconhecido da história do Brasil, a Revolta do Acaju. Antes que a brincadeira fosse revelada, a tal “revolta” apareceu como verdade em muitas reportagens sobre a banda. 

DURAN DURAN 

Quando ainda era uma banda sem expressão em Birmingham, Inglaterra, a casa noturna Barbarella’s, onde se apresentavam Sex Pistols e The Clash, era a mais importante da cidade. O nome da casa remetia ao filme Barbarella (1968), estrelado por Jane Fonda, e o nome da banda foi, então, inspirado no vilão Dr. Durand Durand. 

RAIMUNDOS 

Quando começaram a se apresentar em festinhas por Brasília, o quarteto, ainda sem muitas músicas próprias, prestava homenagens aos Ramones e ao forrozeiro Zenilton. Essa mistura de punk com música regional ficou evidenciada em seu batismo: um nome comum do Nordeste brasileiro e que remete aos Ramones. 


Fonte: http://mundoestranho.abril.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine, descubra, informe-se!