19 de setembro de 2011

Quero Tatuar!

Existem duas hipóteses: Na primeira, você possui um belíssimo tecido original de fábrica revestindo seu corpo. Seu tom de pele natural é bonito, mas umas cores e uns traços cairiam tão bem...
Na segunda hipótese, sua pele já possui alguns rabiscos, mas a nostalgia do barulho da máquina contra a pele parece um sonho do qual nos esforçamos a dormir para voltar ao mesmo.
A consequência é a mesma: você quer uma tatuagem!

Seja um body suit ou um pequeno adereço, a possibilidade de enfeitar permanentemente o corpo fascina a espécie humana desde que descobrimos esta arte.

Então, por onde começar? O que desenhar? Quem procurar? Dói? Custa caro?

Ter uma idéia do desenho que se quer já ajuda muito. Seria uma flor? Um desenho oriental? Cartoon? Oldschool? Maori? Geek? Biomecânico? As possibilidades são infinitas, e acredite: isso é ótimo.
Se não faz ideia do que busca, dê uma olhada em almanaques virtuais ou físicos atrás de referências, leia publicações do ramo (como nós! :D), converse com amigxs tatuadxs e pergunte muito!

Definido, chega a hora de procurar um estúdio de qualidade.
Floral, feito no
estúdio Jack Tattoo.
Antes de qualquer coisa, se certifique da segurança e higiene do local: Instrumentos descartáveis são essenciais: Questione os métodos de esterilização e manuseio dos aparelhos, é seu direito.

Quanto ao desenho em si, tenha em mente que nenhum tatuador é completamente multiuso: existem artistas especializados em cada área (como desenhos orientais ou realistas), e que embora um tatuador possa ser bom em muitos estilos, é impossível ser expert em todos.
Então, se você quer uma tatuagem do retrato de sua filha, por exemplo, busque um artista bom em realismo. Se quer flores ou fadas, procure quem trabalha com tatuagens femininas, e por aí vai.
Uma boa estratégia é procurar por um estúdio de renome que tenha mais de um tatuador consagrado, como por exemplo o Estúdio Jack Tattoo. Assim, as chances de conseguir o resultado desejado aumenta muito.

Dói?
Muita gente tem pânico da dor que uma sessão de tatuagem parece causar. Porém, o incômodo varia completamente de pessoa para pessoa, e de região para região. Existem partes do corpo humano que são reconhecidamente mais sensíveis, o que não significa que seja insuportável ou impossível desenhar naquela área.
O - exagerado - gráfico ao lado dá uma breve noção destas regiões.
Lembre-se: apesar se tratar de um incômodo completamente tolerável, uma sessão de tatuagem não é uma sessão de massagem, e esteja preparado para sentir algum desconforto (ainda que mínimo).

Quanto Custa?
Além da mão de obra do tatuador, os produtos utilizados - sendo alguns inclusive descartados - não são baratos. Portanto, o custo de uma tatuagem é variado: dependem do tamanho, tipo e estúdio. Porém, suspeite de preços extremamente abaixo da concorrência: além de desvalorizar a arte, não costumam se tratar de locais idôneos. É preciso estar ciente de que aquele desenho ficará com você para sempre, portanto não tenha medo de investir para garantir sua qualidade.

Gostou? Empolgou? Quer agora?!
Siga nossas dicas e seja feliz!
Ficou com alguma dúvida? Escreva para nós nos comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine, descubra, informe-se!